Com a palavra, o Associado

Shopping Leblon: um desafio

A Construtora Santa Isabel, fundada há 46 anos, se consolidou no mercado e tornou-se conhecida pelo esmero adotado em todos os seus projetos e construções.

Foi sempre preocupação da empresa manter constantemente atualizados seus quadros, investindo ininterruptamente em pesquisas tecnológicas e planejamento, com vistas ao perfeito desenvolvimento dos projetos e organização das obras em que se envolve.

Recentemente, a Santa Isabel enfrentou o que, seguramente, foi o seu mais importante desafio - a construção do Shopping Leblon, o maior empreendimento comercial da zona sul nos últimos 25 anos, tendo para tanto investido maciçamente em pesquisas tecnológicas e, com isso, descoberto um método de desmonte de rocha, sem explosivos, inédito no mundo.

Com esse novo método, a Santa Isabel alcançou recordes mundiais de produtividade na execução de desmonte em zonas urbanas fortemente adensadas, o que foi inestimável para o sucesso e conclusão oportuna do empreendimento. Vencido esse desafio, surgiu o seguinte, que era o da imperiosa necessidade de conclusão da obra nos 13 meses subseqüentes, a tempo de aproveitar o período das festas de fim de ano.

Seguindo seu norte, a Santa Isabel continuou investindo, o que lhe permitiu identificar e utilizar modernas, criativas e inteligentes ferramentas de planejamento, logística e estratégia, que viabilizaram a execução, simultânea, de diversas etapas daquela obra cheia de detalhes especiais, sofisticação e arrojo, com 19 elevadores, 32 escadas rolantes, 200 lojas, 51 salas comerciais. 4 cinemas, um centro cultural com 5 andares, um auditório e 2 cineclubes, um teatro para 1000 lugares e 110.000m² de área de construção.

Os dois "atriuns" de entrada (pela Av. Borges de Medeiros e Av. Afrânio de Melo Franco), além de terem sido idealizados com 12m de altura, foram revestidos, em suas paredes, por vidros brancos serigrafados e utilizaram em suas fachadas vidros importados da Bélgica, com coeficiente de sombreamento e características especiais que permitem refletir os raios solares sem aspecto espelhado, aumentando a eficiência do sistema de ar condicionado, com economia de energia. Os vidros das fachadas dos "atriuns" foram fixados por arrojada estrutura de aço com "spiders", tendo esses enormes "malls", assim como as demais partes comuns do shopping sido iluminados em função de projeto de luminotécnica do arquiteto americano Theo Condos, em vários pontos com equipamentos importados para criação de efeitos especiais.

Aliás, não só os vidros dos "atriuns", mas todos os demais vidros das fachadas do Centro Cultural e do setor de escritórios foram importados da Bélgica com aquelas mesmas qualidades.

Os "malls" foram executados em piso branco para realçar a criatividade das fachadas das lojas, tendo o projeto contemplado a existência de 3 grandes vazios coroados por clarabóias arrojadas e fixadas através de sistema de tirantes, o que permitiu a utilização de perfis mais esbeltos, aumentando a área de vidros e a claridade no interior do Shopping Leblon.

Também constituiu grande desafio para os responsáveis pelo projeto, exigindo significativos esforços de coordenação, a conclusão da complexa obra do empreendimento concomitantemente com a execução das obras dos próprios lojistas, que eram em importante quantidade, com variadas e diferentes equipes de execução/suprimento, na medida em que o shopping foi completamente comercializado antes da sua inauguração.

Marcelo Parente
Diretor Técnico - Construtora Santa Isabel



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]