ADEMI em foco

Caixa destina 30% do orçamento ao financiamento de imóveis na planta

Em apresentação na sede da ADEMI, o superintendente de negócios da Caixa Econômica Federal, José Domingos Vargas, disse que o banco quer destinar 30% do orçamento para o financiamento de imóveis na planta, que correspondem a R$ 12,6 bilhões segundo os recursos previstos para 2004  de quase R$ 42 bilhões. O presidente da ADEMI, Márcio Fortes, considerou boa a notícia  mas  observou  que, quando a Caixa  disponibiliza  recursos do financiamento   via carta de crédito  na linha de financiamento para imóveis usados, está tirando dinheiro da construção e dificultando a redução do déficit habitacional.

            - A maioria do mercado funciona assim: as pessoas que têm dois apartamentos vendem um porque a Caixa oferece o financiamento para terceiros. Só que a pessoa que vendeu não compra outro, porque não precisa. O financiamento de imóveis na planta é que estimula a redução do déficit habitacional - exemplifica Fortes.

            Segundo Vargas, 40% da população brasileira reside em áreas metropolitanas, que ocupam 2% do território nacional. "A meta da Caixa é chegar a 1.500 construtoras credenciadas para financiar imóveis na planta até o final do ano. Das empresas que deram entrada no processo, 84% foram aprovadas", informa o superintendente.

 

faça o download da apresentação - 2.5 MB
faça o download da apresentação
(Zip, 2.5 MB)



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]