A Performance Empreendimentos Imobiliários está lançando o selo de empreendimentos comerciais "Connection". O lançamento é uma inovação no mercado imobiliário corporativo.  

Caracterizados pela reunião de tecnologia de ponta, segurança e sustentabilidade, como captação e aproveitamento de água pluvial, os empreendimentos foram projetados para apresentar a melhor relação custo x benefício, tanto para investidores, quanto para clientes e usuários, já que os prédios terão sensores de presença, rede wi-fi e previsão para hidrômetros individuais.

">
 
 

Releases

PERFORMANCE LANÇA GRIFE DE EMPREENDIMENTOS CORPORATIVOS

[

(MonteCastelo-Idéias, Luceth Carvalho, maio/2010)

A Performance Empreendimentos Imobiliários está lançando o selo de empreendimentos comerciais "Connection". O lançamento é uma inovação no mercado imobiliário corporativo.  

Caracterizados pela reunião de tecnologia de ponta, segurança e sustentabilidade, como captação e aproveitamento de água pluvial, os empreendimentos foram projetados para apresentar a melhor relação custo x benefício, tanto para investidores, quanto para clientes e usuários, já que os prédios terão sensores de presença, rede wi-fi e previsão para hidrômetros individuais.

A principal idéia do selo é criar empreendimentos com um padrão, tanto de infraestrutura como de serviços, não importando o bairro onde estarão localizados. "A nossa ideia é criar uma linha de empreendimentos comerciais, assim como existem as redes de hotéis e hospitais. A pessoa pode estar no Leblon ou em Bangu, ao avistar a marca, saberá que tipo de estrutura vai encontrar" - afirma o presidente da Performance, Luis Oswaldo Leite.
 
Só no período de abril a junho, serão lançados três Connection - na Freguesia (140 salas), em Madureira (210 salas) e em Bangu (120 salas) -, com VGV total de cerca de R$ 70 milhões. A escolha dos locais se deve ao fato de que são bairros onde, nos últimos anos, houve grande crescimento no número de empreendimentos residenciais. "Nós observamos que esses locais tiveram muitos lançamentos residenciais de uns tempos pra cá e, ao mesmo tempo, o entorno comercial não estava acompanhando. O Connection vem para preencher essa lacuna" - destaca Luis Oswaldo. 

Parcerias

Além dos projetos desenvolvidos de forma independente, a Performance também trabalha em parceria com diversas empresas, como Odebrecht Realizações Imobiliárias, PDGRealty, João Fortes e parceiras no segmento hoteleiro. Atualmente, a companhia participa de mais de 10 projetos no Rio de Janeiro, entre hotéis, empreendimentos comerciais, residenciais e loteamentos.

O último lançamento, de grande importância para a companhia, foi o Dimension Office & Park, complexo empresarial localizado na Barra da Tijuca, com 872 salas, 56 lojas e VGV de R$ 250 milhões. O empreendimento, fruto da parceria entre a Performance, a Odebrecht Realizações Imobiliárias, a SIG Engenharia e a MAR, vendeu, no lançamento, 80% das unidades. A previsão de entrega é em 2012.

Também em parceria com a Odebrecht, a Performance irá lançar, até o fim de abril, o residencial de luxo Murano, na praia de Icaraí, em Niterói. O empreendimento terá 208 unidades de 3 e 4 quartos de alto padrão, que irão gerar um VGV de R$ 210 milhões.
 
No segmento de hotéis, a Performance participa atualmente do desenvolvimento de cinco hotéis na Barra da Tijuca, além de um projeto para construção de um hotel de grande porte no Porto do Rio, dentro do programa de revitalização da Zona Portuária.

Com a PDGRealty, a companhia desenvolve um projeto para o loteamento de cerca de 300 unidades, com clube de recreação, área de lazer e praça no Recreio dos Bandeirantes.
 

Sobre a Performance
 
Criada em 2002, a Performance Empreendimentos Imobiliários tem como principal foco a incorporação de projetos residenciais, comerciais e hoteleiros no Rio de Janeiro. Sua atuação privilegia projetos especiais, antecipando tendências para o mercado. Nos seis primeiros anos de atuação, ultrapassou os R$ 100 milhões em vendas e, para este ano, a previsão é de R$ 200 milhões. A companhia é, ainda, uma das pioneiras no desenvolvimento de estruturas alternativas de funding para seus projetos. No final de 2007, por meio de uma parceria com o Banif, criou um Fundo de Investimento e Participações (FIP), ampliando o potencial de crescimento e a agilidade nas operações.



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]