ADEMI na Imprensa

Tijuca vira o xodó de construtoras

O Globo, Ludmila de Lima, 29/ago

Para o mercado imobiliário, a Grande Tijuca é a bola da vez. Dados da Secretaria municipal de Urbanismo mostram que o setor ganhou fôlego na região com o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). No primeiro semestre deste ano, o total da área licenciada para novos empreendimentos aumentou 16% em relação ao mesmo período de 2009, passando de 33.322 metros quadrados para 38.609. Os resultados refletem a tendência do ano anterior, quando a área licenciada chegou à marca de 73.319 metros quadrados, mais do que dobro de 2008 (32.318 metros quadrados).

A recuperação do potencial do mercado na região, que sai de uma fase de estagnação de pelo menos cinco anos, é acompanhada de alta nos preços. A Tijuca, de acordo com o Sindicato de Habitação (Secovi-RJ), foi o bairro que mais se valorizou este ano no Rio, em comparação com 2009. O vice-presidente de Assuntos Condominiais do Secovi, Leonardo Schneider, conta que os imóveis registraram um aumento de 51% para compra e venda, e de 27% para locação. Os percentuais superam os de Ipanema e Leblon (48% para compra e venda e 14% para aluguéis.

Um apartamento de três quartos na Tijuca, por exemplo, que custava R$ 249 mil em agosto de 2009, agora é avaliado em R$ 334 mil (mais 33,9%). Em relação aos aluguéis, os apartamentos de dois quartos são os que apresentam a maior variação: 31,2%. A média era de R$ 667, sendo que hoje é preciso desembolsar R$ 875 pela mesma unidade.

Segundo o secretário municipal de Urbanismo, Sérgio Dias, o setor da construção civil cresce em toda a cidade. Para ele, no entanto, a Tijuca deu um pulo devido ao clima de segurança propiciado pelas UPPs. Do total de dez unidades do Rio, a Grande Tijuca tem três em funcionamento (Borel, Formiga e Andaraí) e duas em processo de instalação (Salgueiro e Turano).

De janeiro a agosto, foram lançadas 254 unidades residenciais na Tijuca, segundo a Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi). Em todo o ano passado, foram 208.



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]