Releases

Frente Pró-Rio

[

(Carta da Indústria - Sistema FIRJAN - Ano XIII - nº. 490 - Opinião)

A Frente Pró-Rio é uma iniciativa suprapartidária que reúne quarenta entidades representativas da sociedade civil  com o objetivo de lutar por recursos do orçamento da União para as demandas de nosso estado e seus municípios.

A proposta se revela tanto mais fundamental ante um grave desencontro: de acordo com estudo elaborado pelo Sistema FIRJAN, o Rio de Janeiro é o segundo estado em arrecadação das receitas federais, mas não recebe do governo federal atenção proporcional em investimentos, que é dada a outros estados.

Na avaliação do coordenador da Frente Pró-Rio, Francis Bogossian, a necessidade de se criar a frente surgiu desde que o Rio de Janeiro perdeu o status de capital federal, quando interesses do povo fluminense passaram a ser preteridos, favorecendo os de outros estados.

Um exemplo mencionado por Francis é o financiamento do metrô. "Enquanto no resto do País o investimento para a construção das linhas subterrâneas é a fundo perdido, no Rio o processo segue os moldes de um empréstimo comum. Isso em uma cidade espremida entre o mar e as montanhas, onde o metrô é fundamental para a eficiência da malha de transportes", observa.

Outro duro golpe nas finanças do Rio de Janeiro é a cobrança do ICMS no petróleo. Embora o ICMS seja comumente recolhido nos estados produtores, o petróleo, por exceção, é tributado no estado consumidor, o que derruba o potencial de arrecadação do Rio, maior estado produtor do País.

Como reação a situações assim, em 2005, durante a posse da diretoria da Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro (AEERJ), foi formalizada a iniciativa de instituir uma frente de associações de classe que lutasse pelos interesses soberanos do povo do estado e dos Municípios do Rio de Janeiro.

Em que pese à participação das entidades de classe, a mobilização da Frente Pró-Rio não mira um pequeno grupo de interessados, mas tem em vista os interesses do estado e dos municípios do Rio de Janeiro, almejando que o maior beneficiário seja o povo e, mais especificamente, os menos favorecidos.

Ilustrações claras disso são as causas abraçadas pela Frente ao longo desses anos: a luta por recursos para o Hospital do IASERJ e o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, o Hospital do Fundão; a mobilização pelos royalties do petróleo; o acompanhamento das obras para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Essas e outras causas abraçadas pela Frente endossam posicionamentos políticos importantes do Conselho Empresarial de Assuntos Legislativos. Na luta pelo desenvolvimento socioeconômico do Rio de Janeiro, a união de esforços é bem-vinda.

 Henrique Nora, presidente do Conselho Empresarial de Assuntos Legislativos do Sistema FIRJAN 
Gisela Dantas, assessora do Conselho Empresarial de Assuntos Legislativos do Sistema FIRJAN



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]