Com a palavra, o Associado

Efon Engenharia

Um dos mais novos sócios da Ademi, a Efon Engenharia evoca tradições. A primeira delas, em 1968, ano de sua fundação pelo engenheiro Antonio José Enes, quando representou a antiga empresa Wallig de fogões. O segundo passo foi a aposta no ramo de manutenção predial e de hospitais, na qual estabeleceu-se como uma das boas surpresas do mercado. Hoje, 38 anos depois a Efon dá novo salto e investe no mercado imobiliário, participando de obras no setor público, com construções de conjuntos habitacionais.

Há 8 anos trabalhando com o pai, Leonardo Souza Enes, diretor administrativo da Efon, conta que é apaixonado pelo negócio desde pequeno e, mesmo contra a vontade do pai, começou a trabalhar na empresa mesmo antes de concluir os estudos de Administração: "Ele não queria que eu trabalhasse, pedia que me dedicasse somente aos estudos", afirma. Interessado em ampliar os negócios, Leonardo propôs ao pai expandir as áreas de atuação da Efon, com o ingresso no mercado imobiliário. Em 2002, a empresa foi reestruturada, e iniciou projetos de obras no setor público.

Através de um amigo de seu pai, Carlos Magalhães, Leonardo conheceu as propostas da ADEMI, e procurou a entidade para obter consultoria e conhecer mais a fundo o mercado imobiliário. Como novo associado, o diretor espera obter informações e orientações, através de consultorias e informativos da entidade, apostando firmemente na nova empreitada.



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]