Encerramento do VII Congresso de Direito Imobiliário e Registral, promovido pela ADEMI RJ, com apoio da Corregedoria Geral de Justiça do TJRJ, no auditório Desembargador José Navega Cretton, nos dias 11 e 12 de novembro.">
 
 

ADEMI em foco

Encerramento do VII Congresso de Direito Imobiliário e Registral


Encerramento do VII Congresso de Direito Imobiliário e Registral, promovido pela ADEMI RJ, com apoio da Corregedoria Geral de Justiça do TJRJ, no auditório Desembargador José Navega Cretton, nos dias 11 e 12 de novembro.

O painel de encerramento "A Segurança Jurídica no Negócio Imobiliário" foi apresentado pelos advogados Sylvio Capanema de Souza e Melhim Namem Chalhub.

Sylvio Capanema destacou a importância da segurança jurídica para atrair investidores em qualquer mercado, principalmente o imobiliário. Para ele, a insegurança jurídica é mais temida do que a própria inflação.

"Criamos um método para combater a inflação; qualquer outra economia quebraria, mas nós, brasileiros, soubemos como evitar isso. Agora precisamos aprender a estruturar contratos com regras claras e seguras, tanto para o incorporador, quanto para o adquirente. Nenhum investidor quer ver o seu dinheiro sendo maltratado. Quando isso acontece, ele migra para outro segmento".

Capanema finalizou sua apresentação sublinhando a relevância da segurança jurídica nos negócios imobiliários: "Nós do mercado imobiliário lidamos com um setor cheio de densidades, sociais e econômicas. A 'argamassa' é o sonho; o sonho do brasileiro de ter a casa própria, sonho que vem se materializando por meio do maior acesso ao crédito, hoje alavancado pela garantia da alienação fiduciária".

Para o advogado Maury Rouède Bernardes - consultor jurídico da ADEMI que respondeu juntamente com o Juiz de Direito Dr. Werson Rêgo pela coordenadoria acadêmica do Congresso - "é inspirador e incitante trabalhar no aperfeiçoamento da segurança jurídica nos negócios imobiliários, viabilizar negócios materializados em contratos que representem, com efetividade, a vontade das partes e preservando os princípios da boa-fé objetiva e da lealdade, a exemplo do modelo que aqui e agora se materializa na aprovação solene da "Minuta Padronizada", cujo texto, em breve, será disponibilizado no site da entidade, como mais uma efetiva contribuição da ADEMI no caminho das boas práticas e da desjudicialização do Mercado Imobiliário". 



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]