ADEMI na Imprensa

Zona Norte está em alta

O Dia, Imóveis, 29/nov

Alguns bairros da Zona Norte como Cachambi, São Cristóvão, Piedade, Riachuelo, Engenho de Dentro e Tijuca começam a chamar a atenção de construtoras, pois além de já contar com boa infraestrutura de transporte - ônibus, metrô e trem - , contribuindo para a mobilidade urbana da cidade, essas regiões também estão passando por uma revolução em termos de investimentos por meio do poder público.

São intervenções por conta dos Jogos Olímpicos de 2016, que estão estimulando a construção de empreendimentos imobiliários modernos, com lazer completo e segurança 24h, parecidos com os condomínios da Barra da Tijuca. Para se ter ideia, de janeiro a outubro, a região recebeu 1.245 unidades entre residenciais e comerciais, segundo dados da Associação Dirigentes de Empesas do Mercado Imobiliário (ADEMI).

A Even, por exemplo, vai lançar o seu primeiro residencial na Zona Norte. O condomínio será construído na Rua Piauí, no Cachambi. Entre os diferenciais estão a localização (próximo ao Norte Shopping e à Linha Amarela) e a prestação fixa durante a obra no valor de R$ 960. A MRV também prepara mais um lançamento, em dezembro, para a região. Serão 480 unidades de um e dois quartos, com opção de suíte. Preços a partir de R$ 190 mil, além de financiamento bancário. "A localização é um dos diferenciais do Spazio Rockfeller, que está próximo ao comércio, às escolas e também ao ônibus e ao metrô", diz Rodrigo Resende, diretor de Marketing e Vendas da MRV.

A Calçada está lançando a segunda fase do Stadio em frente ao Estádio João Havelange (Engenhão). O condomínio está próximo da estação de trem do Engenho de Dentro, com opção de integração com o metrô.

Vendido em um dia

Para Mario Amorim, diretor da Brasil Brokers, a região conta com transporte, mas é carente de prédios modernos e com infraestrutura de lazer. Isso faz a diferença e o sucesso de vendas dos empreendimentos. "As famílias gostam de morar nesta região, mas querem algo mais moderno e com segurança. Quem consegue lançar um projeto com estas características terá sucesso mesmo com este cenário econômico. O Grupo Avanço Aliados, por exemplo, acertou na fórmula com Now Smart Residence, no Cachambi", explica Amorim.

A Living, do Grupo RJZ Cyrela, também comemora a venda das 172 unidades em apenas um dia, na Piedade. A Concal foi uma das pioneiras na Zona Norte. Está na Tijuca há 20 anos e também chegou na frente em São Cristóvão, com vários empreendimentos residenciais.

Prédios artesanais na região

A Oppus, estruturadora de negócios imobiliários, investe na Zona Norte com a construção de empreendimentos artesanais. São projetos com número de unidades reduzido.

"É como se fosse uma boutique de apartamentos. Temos quatro condomínios nos bairros do Cachambi, da Tijuca, do Méier e do Riachuelo. E em breve teremos mais um lançamento", explica Gustavo Magno, sócio-diretor da Oppus.

O condomínio do Méier, por exemplo, tem apenas 56 apartamentos, com preços a partir de R$ 480 mil e já está 60% comercializado. Na Tijuca, são 24 unidades.


Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]