Notícias do setor

Comprar terreno para construir a casa própria

O Dia, Cristiane Campos, 13/ago

Comprar um terreno para construir a casa própria tem se mostrado uma alternativa atraente, mesmo em tempos de crise. A aquisição de um lote pode ser altamente rentável, com valorização do investimento e geração de patrimônio. Adquirir um terreno e edificar uma casa sai muito mais em conta do que comprar uma propriedade já pronta. Isso porque é possível negociar com as lojas de materiais de construção e ainda aproveitar as promoções. 

A rede Chatuba, por exemplo, está com duas ações: o Mega Feirão de Porcelanato, Pisos e Revestimentos, com 2 milhões de metros quadrados direto da fábrica, e o Festival e Inverno, com opções que incluem duchas, portas, telhas e lâmpadas. O pagamento pode ser feito em até 10 vezes sem juros. 

A Construmais, em comemoração ao Dia dos Pais e ao lançamento do ecommerce (www.construmais.com.br) da rede, oferece ofertas especiais, que também ajudam construir a construir a moradia. De olho nesse mercado, a Pró-Lotes e o Grupo Fernandes Araujo oferecem terrenos. 

O Holiday Park Land Condomínio, em Itaboraí, da Pró-Lotes, tem entrada de R$ 1mil e até 420 meses para pagar direto com a empresa. Serão mais de 4 mil metros quadrados de área de lazer. Outro diferencial é o serviço de pay-per-use (pague somente se usar): lavanderia, limpeza, pequenos reparos de manutenção e jardinagem. O condomínio conta com guarita com segurança 24 horas e um circuito interno de TV (CFTV), com monitoramento dia e noite. 

O Holiday está sendo construído na RJ-114, que liga Itaboraí e Maricá, conhecida como a Rodovia do Petróleo. "Comprar terrenos é útil para poupar dinheiro e é mais em conta do que adquirir qualquer tipo de imóvel, além de ser perfeito para quem tem pouco capital", explica Barão Tozini, diretor da Pró-Lotes. 

Os empreendimentos da Pró-Lotes contam com o conceito de condomínio-clube. Nesse mês, a empresa vai lançar o Morada do Bosque, em Campo Grande, com apenas 57 lotes de 169 a 483 metros quadrados. Os terrenos serão vendidos a partir de R$ 119 mil e as obras já começaram. A entrega está prevista para março de 2018.

Terrenos de R$ 62 mil

O Grupo Fernandes Araujo oferece terrenos legalizados com infraestrutura e boa localização em bairros da Zona Oeste, como Cosmos, Campo Grande e Jacarepaguá. Há opções para todas as faixas de renda. São lotes a partir de R$ 62 mil, com prestações a partir de R$ 670 e até 120 meses para pagar. Segundo a construtora, quem comprar um terreno neste mês vai ganhar Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e registro.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]