Notícias do setor

Arrojo em projetos para transmitir o que o cliente nunca viu

O Estado de S. Paulo, Top Imobiliário, 12/jun

Com direito à comemoração, a entrega do Cyrela by Pininfarina é exemplo de ousadia no mercado de São Paulo. Com fachada de linhas simétricas e varandas que não se encontram, a torre de 23 andares tem 131 metros e 92 apartamentos de um dormitório, com 46 metros quadrados e sacada.

"É o primeiro projeto imobiliário do renomado escritório Pininfarina, famoso pelo desenho da Ferrari, um marco para nossa companhia", exulta Efraim Horn, copresidente da Cyrela, premiada em 3º lugar no ranking das incorporadoras e em 6º no das construtoras.

Localizado na Vila Olímpia, próximo da Avenida Faria Lima, o empreendimento tem "arquitetura concebida como obra de arte", na visão de Paolo Pininfarina, presidente do estúdio de design italiano. Para a Cyrela, as curvas do concreto e os elementos metálicos passam sensação de esculpido pelo vento.

O luxo está presente na piscina, com revestimento vindo da Ásia; na garagem, com piso de mármore; e no elevador revestido em couro como um carro. Com "80% das unidades vendidas", o preço gira em torno de R$ 30 mil o m², diz Horn.

Mais caro. Lançado pela Cyrela em 2017, o Heritage é o segundo projeto com assinatura Pininfarina. Está em construção e terá 29 apartamentos enormes, de 570 m², um por andar, e uma cobertura de 1 mil m² na torre de 31 andares. O tíquete médio é de R$ 20 milhões. Foi o imóvel mais caro lançado em São Paulo no ano passado, segundo a Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp). Por sua grandeza e sofisticação, segundo a Cyrela, é o projeto de luxo mais emblemático da marca.

Horn cita outro projeto na categoria superluxo: o One Sixty, assinado pelo escritório de design de Londres, Yoo Studio, de Philippe Starck e John Hitchcox. Também localizado na Vila Olímpia, o empreendimento, com apartamentos de 275 a 592 m², tem como proposta, nas palavras de Horn, "ser reconhecido pela sua magnitude" arquitetônica. "A fachada de cobre permitirá que a luz solar seja diferente a cada período do dia", descreve, enfatizando a área de lazer, com piscina de 50 metros, "inspirada em hotéis seis estrelas", quadra de tênis e o salão de festas separado da torre.

Para ele, o mercado de alto luxo tem consumidor muito bem definido. "Não sofre impacto com crise e procura produto exclusivo", atesta, falando do tripé originalidade, elegância e atmosfera. "Buscamos transmitir nos projetos algo que o cliente nunca viu." Na sua opinião, uma obra dessa não tem similar. "É feita sob medida, ambiente por ambiente. É algo acima do sonho, o chamado surreal real."

Diversificação. Em lançamentos, a Cyrela apresentou 39 novos empreendimentos em São Paulo, totalizando 7,1 mil unidades em 2017. A grande maioria (73%) está dividida entre médio e alto padrão, mas 27% dos projetos foram destinados ao programa Minha Casa Minha Vida por meio de joint ventures, com a Plano & Plano e a Cury Construtora. O preço médio, segundo Horn, ficou na faixa de R$ 340 mil por unidade.

Em vendas realizadas no Brasil, de acordo com o último balanço anual, o total chegou a R$ 3,3 bilhões, acompanhando essa mesma diversificação - 39% para alto padrão, 32% médio e 29% para MCMV.

Ciclo. Horn acredita que 2018 pode ser o início de um novo ciclo para o setor de construção. "A retomada está acontecendo de forma lenta e gradual", diz, sentindo os reflexos por conta de fatores como o recuo dos juros e o consequente aumento dos recursos alocados na poupança, além de menor restrição na aprovação de crédito dos bancos. "São sinais positivos para o financiamento da habitação." Mas ressalva: "Ainda há espaço para o juro ao consumidor final cair mais."

Ele vê uma retomada em todos segmentos. "É natural porque São Paulo iniciou a recuperação econômica à frente das outras regiões do país."

Conexão. O Living Exclusive ganhou destaque nos resultados do quarto trimestre de 2017, período em que os lançamentos da Cyrela somaram um valor global de R$ 1,3 bilhão, referente a 19 empreendimentos, sendo 16 em São Paulo. Living Exclusive tem torre única, varanda multiuso integrada à cozinha, com churrasqueira em todas as unidades e o conceito Smart Home da Living.

Horn explica que o Smart Home foi criado para garantir maior conectividade. Oferece WI-FI nas áreas de lazer, monitoramento nas áreas infantis, tomada USB nas áreas comuns e projeto de otimização do WI-FI nos apartamentos.

Neste ano, a Cyrela já lançou três empreendimentos em São Paulo por meio da joint venture com a Plano & Plano. Foram o Cupece I, Ourives I e Lagoa do Campelo II.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]