Notícias do setor

Entrada até R$ 65 mil menor

Extra, Marcela Sorosini, 13/jun

Com a cota de financiamento maior, de 80%, anunciada pela Caixa Econômica Federal na segunda-feira e que já está em vigor, os servidores públicos poderão pagar até R$ 65 mil a menos de entrada, em comparação com a condição anterior, quando o teto era de 70%. O valor se refere a um imóvel de R$ 650 mil, segundo cálculos do professor de Economia e Finanças do Ibmec-RJ, Samuel Barros. No caso de uma unidade de R$ 250 mil, essa redução seria de R$ 25 mil.

O novo percentual de financiamento vale para compra de imóveis usados com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

Segundo simulações feitas pela própria Caixa Econômica Federal, as prestações poderiam variar entre R$ 1.797,05 (primeira) e R$ 444,74 (última), no caso de um financiamento de 35 anos, de imóvel de R$ 250 mil, com entrada de R$ 75 mil.

Apesar dos números mais atrativos, Samuel Barros afirma que a tentativa do banco de reaquecer o mercado de imóveis usados deve ser vista com cautela pelos servidores:

- Com os recebimentos incertos atualmente, o funcionário tem que estudar se pode absorver os gastos. Vale lembrar que, ainda que as entradas possam ser menores, quanto maior o valor inicial, menor serão as prestações mensais.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]