Notícias do setor

Estoque elevado de galpão freia alta de preços de aluguel

Valor Econômico, Chiara Quintão, 26/out

O estoque elevado de condomínios logísticos e industriais ainda dificulta aumentos relevantes dos preços pedidos pelos proprietários de galpões no Estado de São Paulo. Levantamentos de consultorias que acompanham o segmento apontam que, no terceiro trimestre, os valores pedidos ficaram estáveis, com pequenas variações para cima ou para baixo, apesar da demanda por parte de empresas de logística, comércio eletrônico, do ramo farmacêutico e de varejistas de vestuário e alimentação. "A avaliação da NAI Brazil é que os preços ficarão estáveis, nos próximos 12 meses, com altas pontuais em alguns mercados e redução das concessões", afirma o diretor comercial da consultoria, Abiner Oliveira. A taxa de vacância tende a ser reduzida para o patamar de 15%. Conforme a NAI, o preço médio pedido por metro quadrado, no Estado de São Paulo, foi de R$ 18,64, no terceiro trimestre, ante R$ 18,33 no segundo trimestre. A taxa de vacância ficou em 23,9%.

Leia mais em Valor Econômico.


Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]