Notícias do setor

Consumo e construção devem se destacar mais em cenário de retomada

Valor Econômico, Juliana Machado e Victor Aguiar, 31/out

A melhora da confiança nos mercados deve favorecer um cenário de retomada econômica e, consequentemente, mais valorização da bolsa. Esse esperado movimento positivo tende a ser liderado por setores que estavam "represados", caso de, segundo analistas, ações ligadas à economia doméstica, em especial consumo, construção e infraestrutura. Ontem, papéis representantes desses segmentos já deram o tom que pode ditar as performances daqui para frente: ficaram entre os destaques do pregão e subiram em bloco. Tal movimento ajudou a dar impulso ao Ibovespa, que foi aos 86.886 pontos, em alta de 3,69%. Com a trégua no exterior para favorecer o movimento, o índice ficou a cerca de 800 pontos do recorde de fevereiro, de 87.653 pontos. "Consumo está represado e o balanço dos bancos está bem conservador então, com a retomada da confiança, o consumo tem condições de se recuperar mais rapidamente", diz Marcelo Faria, gestor de fundos de renda variável da Porto Seguro Investimentos.

Leia mais em Valor Econômico.


Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]