Notícias do setor

Brookfield defende extensão de concessão e regra para distratos

Valor Econômico, Empresas, 04/dez

O presidente executivo da Brookfield Brasil, Luís Ildefonso Simões Lopes, defendeu a extensão de contratos de concessão e o aperfeiçoamento das regras de distrato na compra de imóveis residências para ajudar a criar empregos logo no início do novo governo. "O início de retomada de geração de empregos é fundamental", disse, citando que o país tem 13 milhões de desempregados. "Estou pensando mais do lado ético do que na questão econômica". Lopes participou ontem do seminário "Reavaliação do Risco Brasil", promovido pelo Valor, Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). Segundo ele, há a possibilidade de alavancar imediatamente R$ 8 bilhões em investimentos com a prorrogação de concessões dentro do Programa de Investimentos em Logística (PIL). Essa seria uma forma mais ágil de estimular o início imediato de investimentos. As novas privatizações e concessões devem demorar pelo menos dois anos para terem impacto no emprego, já que é necessário elaborar os projetos.

Leia mais em Valor Econômico.


Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]