Notícias do setor

Cartão-postal vai virar hotel nas alturas por dois dias

O Globo, Saulo Guimarães, 16/out

Não vai ter o luxo de um cinco estrelas, mas quem se hospedar no hotel que vai funcionar no Rio, durante apenas duas noites, no mês que vem, vai se sentir quase no céu. E não só pelo atendimento exclusivo: o quarto terá janelas panorâmicas e ficará no alto do Morro da Urca. E mais: vai funcionar dentro de um bondinho desativado do Pão de Açúcar. O sortudo que conseguir fazer a reserva poderá desfrutar do espaço por 17 horas e terá direito a mimos como chocolate, frutas e espumante. Anunciada ontem, a oportunidade única é uma iniciativa do site de reservas Booking.

O site vai oferecer o quarto inusitado em sua plataforma nos dias 29 e 30, e a hospedagem será nos dias 12 e 13 de novembro. A diária custará R$ 200. O bondinho, que levou turistas ao cartãopostal entre 1972 e 2008, e que hoje fica estacionado na Praça dos Bondes, no topo do Morro da Urca, será transformado em hotel na noite do dia 11, quando ganhará cama, cadeiras e televisão. Os interessados devem cruzar os dedos para conseguir usufruir a experiência:

-Sempre que fazemos experiências desse tipo, há muita procura e as reservas costumam ser feitas em segundos, em função do caráter inusitado. Como ninguém nunca dormiu no bondinho antes, esperamos que isso vá se repetir -diz Luiz Cegato, gerente de comunicação do Booking.com na América Latina.

Segundo ele, os hóspedes serão recebidos a partir das 16h e terão direito a uma visita guiada ao Morro da Urca e ao Pão de Açúcar. Além disso, estão incluídos no preço um jantar no alto do Pão de Açúcar, na chegada, e o café da manhã, no dia seguinte. O check-out está previsto para acontecer um pouco mais cedo do que em hotéis convencionais: será às 9h.

-Nossa maior preocupação é que os hóspedes desfrutem do maior conforto possível. O quarto terá ar-condicionado, wifi. Será como se a pessoas estivesse em um hotel mesmo -explicou Cegato, dizendo que, mesmo sem room service, ninguém vai passar fome. -Teremos um frigobar com biscoito, bebidas e outros itens no local.

CARRO NOS CABOS

Sandro Fernandes, CEO da Bondinho do Pão de Açúcar, empresa responsável pelo teleférico, diz que a iniciativa tem tudo a ver com o espírito do negócio:

-O teleférico nasceu justamente de uma ideia inovadora. Trazer ações como essa faz parte do nosso projeto, já em curso, de tornar o bondinho do Pão de Açúcar um parque de experiências sustentáveis e diferenciadas - afirmou, lembrando de outros desafios maiores. -Já penduramos um carro nos cabos do bondinho para o lançamento de uma montadora.

"Sempre que fazemos experiências desse tipo, há muita procura e as reservas costumam ser feitas em segundos, em função do caráter inusitado. Como ninguém nunca dormiu no bondinho antes, esperamos que isso vá se repetir", Luiz Cegato, gerente de comunicação do Booking.


Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]