Notícias do setor

Caixa começa nova etapa de liberação de saques do FGTS

Folha de S.Paulo, Fábio Pupo, 17/out

A Caixa Econômica Federal vai iniciar na sexta-feira (18) uma nova etapa da liberação do saque imediato do FGTS, medida criada pelo governo em julho como forma de tentar aquecer a economia. A previsão é que R$ 1,8 bilhão sejam liberados a 4,1 milhões de pessoas.

Na nova etapa do saque imediato, os trabalhadores nascidos em janeiro que não possuem conta do banco poderão sacar R$ 500 de cada conta ativa ou inativa.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirma que a etapa de liberação de recursos para quem não tem conta no banco estatal é a mais complexa dos saques e vai exigir ampliação no horário de atendimento de unidades. A Caixa afirma que 2.302 agências abrirão em horário estendido na sexta (18), segunda (21) e terça-feira (22) para atendera demanda. Essas unidades também abrirão no sábado (19), das 9h às 15h.

Para obter os recursos, o trabalhador deve comparecera agências da Caixa com o documento de identidade.

Para quem possui senha do cartão cidadão, os saques de até R $500 estarão disponíveis também nas casas lotéricas e nos terminais de auto atendimento. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar também nas unidades Caixa Aqui apresentando documento de identificação.

Saques de até R$ 100 (somente para contas com saldo até esse valor) poderão ser feitos em unidades lotéricas, com apresentação de documento de identificação original com foto. A Caixa orienta o trabalhadora levar também sua carteira de trabalho para agilizar o atendimento.

Dúvidas sobre valores e direito ao saque podem ser consultadas no aplicativo FGTS, pelo site da Caixa ou pelo telefone 0800 724 2019 (disponível 24 horas).
O saque imediato libera até R$ 500 por conta ativa ou inativa do trabalhador. A retirada do valor não significa adesão à outra modalidade criada pelo governo em julho, a dos a que aniversário( que permitirá a retirada parcial do saldo do FGTS anualmente).

A Caixa afirma que já pagou, em um mês, R$ 15 bilhões em crédito em conta para quase 37 milhões de trabalhadores. Ou seja, quase 40% dos 96 milhões de brasileiros que têm direito já receberam os valores.

Quem tem conta-poupança na Caixa ou optou pelo crédito em outro tipo de conta do banco recebeu o dinheiro automaticamente.

Ao todo, os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 28 bilhões para a economia neste ano. Para 2020, o valor adicional previsto é de R$ 12 bilhões. Mais de 96 milhões de brasileiros têm direito ao saque.

Na etapa inicial do saque imediato, o Sudeste será o principal beneficiado. A previsão da Caixa é que a região obtenha R $860 milhões coma primeira etapa do saque imediato. Em seguida, vêm o Sul (com R $320 milhões ), Nordeste( com R $280 milhões ), Norte (R$ 150 milhões) e Centro-Oeste (também R$ 150 milhões).

A Caixa tem um cronograma de início das liberações para o saque imediato dos aniversariantes de outros meses. Para quem nasceu em fevereiro, por exemplo, o começo das retiradas será em 25 de outubro de 2019. Para quem nasceu em março, 8 de novembro. O cronograma segue em etapas até março do ano que vem.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]