Notícias do setor

IGP-DI acelera alta a 0,55% em outubro pressionado por preços no atacado, diz FGV

Extra online, Economia, 07/nov

Os preços no atacado avançaram e compensaram a queda no varejo, levando o Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) a acelerar em outubro a alta a 0,55%, de 0,50% no mês anterior.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta quinta-feira que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI)- que responde por 60% do indicador todo - teve alta de 0,84% no período, após avançar 0,69% no mês anterior.

O grupo Bens Finais inverteu seu movimento e registrou alta de 0,40% em outubro após recuo de 0,17% no mês anterior. O principal responsável por este avanço foi o subgrupo alimentos processados, que abandonou um declínio de 0,16% para subir 1,37%.

Dá o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-DI), que responde por 30% do IGP-DI, passou a cair 0,09%, após estabilidade em setembro.

O destaque para esse resultado ficou com os grupos Habitação, com deflação de 0,40%; Educação, que recuou 0,03%; e Comunicação, com queda de 0,09%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI), por sua vez, desacelerou a alta a 0,18% em outubro, de 0,46% anteriormente.

O IGP-DI é usado como referência para correções de preços e valores contratuais. Também é diretamente empregado no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) e das contas nacionais em geral.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]