Notícias do setor

Juros da casa própria caem

O Dia, Política e País, 13/nov

Pela quarta vez este ano, a Caixa Econômica Federal anunciou a redução dos juros para compra da casa própria. A nova linha de crédito imobiliário com recursos do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) será com taxas a partir de 2,95% ao ano mais o IPCA e juros máximos serão de 4,95% ao ano mais o IPCA. A medida já está vigente e disponível para novos contratos. O banco também divulgou a redução dos juros do cheque especial de 8,99% para 4,99% ao mês, que, segundo o banco, significa uma queda de 63%. A percentual valer a partir de 1º de dezembro.

De acordo com a Caixa Econômica, o cliente que optar pela nova modalidade terá a prestação da casa própria inicial 40% menor que o financiamento corrigido pela Taxa Referencial (TR). Ainda segundo o banco, o resultado demonstra o direcionamento da instituição em relação ao foco negocial com o segmento de habitação, o que reforça a atuação no setor de crédito imobiliário por meio de recursos da poupança, SBPE e moradia popular.

Sobre a redução na taxa de juros do cheque especial, o presidente do banco, Pedro Guimarães, afirmou que a Caixa devolve à sociedade, e em especial aos mais humildes, os resultados recordes que o banco teve.

"Isso é absolutamente matemático e meritocrático. Esses juros de 4,99% ainda são extremamente elevados. Continuamos estudando a contínua melhora econômica do Brasil, e poderemos continuar abaixando, mas a eventual piora também leva ao aumento", disse Guimarães.

MIL POSTOS DE ATENDIMENTO

Além das reduções no cheque especial e crédito imobiliário, a Caixa Econômica ainda anunciou que serão abertos mais de mil novos pontos de atendimento até março de 2020.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]