Notícias do setor

Ministério mapeia unidades vazias do Minha Casa que podem ser usadas para quarentena

Valor Econômico, Edna Simão, 25/mar

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) está fazendo o mapeamento das unidades do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) que estão vazias em todo o país e que podem ser usadas para quarentena fora de hospitais. Por enquanto, a informação do MDR é que há cerca de 7 mil imóveis desocupados nos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro - onde há mais casos de casos confirmados e de mortos no país.

Na semana passada, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, informou que sua pasta colocaria à disposição do Ministério da Saúde, se houver necessidade de espaços para quarentena fora dos hospitais, unidades não ocupadas do MCMV. Na ocasião, ele disse ainda que serão analisados alguns fundos para auxiliar regiões mais fragilizadas, como Norte e Nordeste e que a Defesa Civil estará mobilizada com o Ministério da Saúde para informar população.

O levantamento das unidades desocupadas do programa está sendo feito in loco e conforme a demanda. O MDR explicou que estão sendo avaliadas as condições da obra porque algumas residências, apesar de prontas ou quase finalizadas, podem ter características que não favoreçam a utilização. Por isso, essa avaliação será feita em conjunto com o Ministério da Saúde. O MDR informou ainda que cada empreendimento tem uma particularidade e é preciso uma análise sobre se ele está adequado - com ligação de água e luz, por exemplo, para o recebimento de pessoas.

O MCMV foi lançado em março de 2009 no governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Quanto maior a renda, menor o subsídio do governo.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]