Notícias do setor

Crédito imobiliário

Valor Econômico, Eduardo Campos, 25/set

Caixa Econômica Federal já ajustou seus sistemas internos para atender à Instrução Normativa 37 do Ministério das Cidades, que estabelece um orçamento mensal para utilização dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para o financiamento imobiliário. O banco estatal informou que os financiamentos não estão suspensos e que a contratação do crédito imobiliário neste ano está cerca de 20% superior ao mesmo período do ano passado.

Saneamento pela metade

O Globo, Manoel Ventura, 25/set

O Estado do Rio de Janeiro produz, todos os dias, 859,8 toneladas de esgoto, o equivalente a 9,4% do que é gerado em todo o Brasil. O estado, no entanto, não é capaz de tratar 68% desse volume antes de descartar na natureza. Com isso, de todo o material orgânico gerado pela população urbana fluminense, 587,5 toneladas são despejadas sem qualquer tratamento ou com tratamento ineficiente, principalmente, em rios e no oceano.

Maior cais do mundo

O Globo, Ancelmo Gois, 25/set

A pedido de Crivella, o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, criou um grupo de trabalho para preparar a municipalização de todo o Cais da Gamboa, no Porto do Rio, da Rodoviária ao Píer Mauá, incluindo o terminal de passageiros. Somente a operação de cargas continuaria com a Companhia Docas. A ideia é fazer o "Boulevard Olímpico" (a Orla Conde), hoje com 3,5km e que vai até o AquaRio, chegar até a Rodoviária, criando o "maior boulevard do mundo", com 6km de extensão.

Bola nas costas

O Globo, George Vidor, 25/set

Outra vez o Rio de Janeiro aparece na relação dos estados que mais fecham empregos formais. E é a capital fluminense, que tem o merecido título de Cidade Maravilhosa, a protagonista desse desemprego. O curioso é que, nessa situação, as autoridades não vêm se mexendo para tirar certas obras do papel. Por exemplo: a concessionária da Ponte Rio-Niterói está obrigada, contratualmente, a realizar alguns investimentos nos acessos da ponte. Em Niterói, a prefeitura correu atrás, e a obra foi concluída lá rapidamente.

Somos jovens

O Estado de S. Paulo, Coluna do Broadcast, 24/set

Apesar da crise no mercado imobiliário, a incorporadora Mitre Realty vendeu, em dois dias, 44% dos apartamentos do seu edifício lançado na Vila Prudente, zona leste da capital paulista. Com foco em jovens recém-casados, foram contabilizados 84 imóveis entre 58 e 77 metros quadrados, com preço médio de R$ 450 mil.

 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]