Notícias do setor

Governo quer incentivar bancos a fazerem empréstimos com recursos do FGTS

O Globo, Geralda Doca e Gabriela Valente, 24/jan

Diante da dificuldade da Caixa Econômica Federal em manter o ritmo dos empréstimos e continuar enquadrada nas regras internacionais de solvência, o governo estuda medidas para incentivar os bancos privados a fazerem operações de crédito com recursos do FGTS. A ideia é atrair concorrentes, como Bradesco e Itaú Unibanco, que hoje não têm interesse em operar com o FGTS por causa dos juros tabelados (de 8,66%, no máximo) e da burocracia. Um grupo de estudo já trabalha em um diagnóstico sobre os entraves, com objetivo de propor uma flexibilização das condições do crédito ofertado pelo Fundo.

Uma oportunidade para o Rio

O Globo, Opinião, Marcelo Conde, 24/jan

Em poucos anos, os resorts integrados se tornaram um fenômeno de aumento de renda e atratividade e deram um impulso na recepção de turistas em Cingapura, um país/estado com similaridades com o Rio. A cidade, ao contrário da ilha asiática, mesmo tendo realizado a Copa do Mundo e as Olimpíadas, não recebeu um acréscimo de turistas significativo. A partir de 2010, a euforia em torno de melhorias da infraestrutura da cidade ganhou foco em detrimento do aumento da recepção de turistas e a qualificação do país como um destino internacional. No caso do Rio, à época, a expansão do setor de óleo e gás ainda turbinou a economia e aumentou os custos de bens e serviços, encarecendo a vinda dos turistas.

BNDES quer usar letras de crédito para fazer caixa

Folha de São Paulo, Mariana Carneiro e Julio Wiziack, 23/jan

O BNDES pediu autorização do BC (Banco Central) para entrar no mercado de letras de crédito imobiliário, um tipo de título de renda fixa mais conhecido pela sigla LCI. Com o novo produto, espera-se um reforço no caixa, que, segundo o banco, atualmente não tem suporte financeiro para devolver R$ 150 bilhões para a União. Hoje, o BNDES não pode operar nesse segmento. Pelas regras vigentes, a LCI é um papel do mercado imobiliário. Os bancos privados utilizam esses títulos especificamente para levantar dinheiro, a baixo custo, para dar crédito habitacional.

Petros planeja venda de imóveis e cogita investimento no exterior

Valor Econômico, Juliana Schincariol, 23/jan

A Petros planeja leiloar cerca de dez imóveis que possui em carteira, como parte de sua nova política de investimentos. O fundo de pensão dos funcionários da Petrobras também começou a olhar, ainda que de forma tímida, para aplicações no exterior, afirmou ao Valor seu diretor de investimentos, Daniel Lima.

Lançamentos da Tarjab

Valor Econômico, Empresas, 23/jan

A Tarjab projeta lançar R$ 300 milhões em 2018, 50% acima do Valor Geral de Vendas (VGV) do ano passado. Em 2017, a incorporadora interrompeu a queda de margens por causa de reduções de preços das unidades e manteve sua rentabilidade ao cortar custos, segundo o presidente, Carlos Borges.

 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]