Em 28 de janeiro de 1971 surgia a ADEMI - Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário. No pequeno escritório do Centro, que abrigou a sua primeira sede, seus quinze fundadores - todos eles empresários do ramo - trabalhavam no sentido de fortalecer o setor e buscavam atuar junto às entidades de crédito imobiliário.">
 
 

Painel Imobiliário

ADEMI comemora 35 anos

Para comemorar seus 35 anos, a ADEMI recebeu, na última terça-feira os associados para um coquetel de confraternização, em sua sede na Urca, que ganhou, durante o evento, a sua escritura definitiva. Construída na década de 30, em estilo colonial espanhol, a casa foi adquirida pela ADEMI e, logo em seguida, preservada pelo Município.

Além disso, durante o ano, será realizada uma série de debates com os principais temas do setor. Para começar, um seminário sobre o TAC - TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA, recentemente firmado entre as empresas incorporadoras/construtoras e o Ministério Público Estadual. O Seminário tem como objetivo abordar toda a legislação pertinente ao tema, esclarecer as mudanças e a formação dos novos preços de venda ajustados ao TAC assinado.

Em 28 de janeiro de 1971 surgia a ADEMI - Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário. No pequeno escritório do Centro, que abrigou a sua primeira sede, seus quinze fundadores - todos eles empresários do ramo - trabalhavam no sentido de fortalecer o setor e buscavam atuar junto às entidades de crédito imobiliário.

"Era um momento novo para a Construção Civil. Precisávamos de uma representação direta, com instrumentos adequados para o fortalecimento do setor", lembra Luiz Chor, um dos fundadores da ADEMI. "Nos unimos solidariamente em busca do esforço comum", completa Teófilo Carlos Magalhães, outro pioneiro na entidade.           

Hoje, 35 anos mais tarde, instalada em uma bela casa na Urca, a entidade conta com mais de uma centena de associados, entre eles as mais importantes empresas construtoras, incorporadoras e corretoras, além de arquitetos e engenheiros de renome, que contribuem com a consolidação da ADEMI como uma das mais notáveis entidades representativas do mercado imobiliário do país.

Todo o espírito de união da ADEMI contribuiu para que o setor superasse os impactos dos vários planos econômicos, se adequasse ao desenvolvimento de novas regiões da cidade e absorvesse as diversas mudanças nos governos municipal, estadual e federal. "Grande parte dos problemas do setor são antigos, iguais aos de 30 anos atrás", diz Luiz Chor. "A modificação é lenta e o setor tem que ser persistente", completa o empresário.

Confira as fotos abaixo:    

Associados reunidos no hall para inauguração da  placa comemorativa dos 35 anos da ADEMI.

O Presidente da ADEMI, Márcio Fortes assinando a escritura definitiva da casa, juntamente com o superintendente Murillo Allevato, o consultor jurídico Maury Bernardes e o escrevente Josué Grangeiro Soares.
Após assinatura definitiva.
Coquetel servido em comemoração aos 35 anos da ADEMI.

O presidente da ADEMI, Márcio Fortes e o superintendente Murillo Allevato, com três dos fundadores da ADEMI, Carlos Magalhães, José Carlos Mello Ourivio e Luiz Chor.



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]