Painel Imobiliário

Reforma em pontes da Barra

O Dia, Geral, 06 de novembro de 2003

Pontes ganharão novas passagens de pedestres e muretas de proteção
A Secretaria Municipal de Obras vai reformar as duas pontes sobre o Canal da Lagoa da Tijuca, que ligam o Itanhangá à Avenida das Américas, na Barra da Tijuca. Por dia, 110 mil carros passam pelo local, segundo a CET-Rio.

Avaliada em R$ 780.566,26, a obra será licitada dia 25. O início da intervenção que vai recuperar a estrutura das vias está previsto para fevereiro, com duração de seis meses.

Na Ponte Nova, sentido Barra, com comprimento de 121 metros e 12 m de largura, a tubulação de esgoto, de 200 milímetros, vai ser remanejada para a parte de baixo da laje. O concreto deteriorado sob a ponte será substituído, e os pedestres ganharão nova passagem. A última reforma, de reforço estrutural, aconteceu em 1995.

Já na Ponte Velha, sentido Itanhangá, com 50 metros de comprimento e 10 m de largura, as vigas e fundações receberão reforço, depois de tratamento das armaduras expostas. Desde 1985, a via não passava por obras. As duas pontes ganharão muretas de proteção em aço galvanizado - mais resistentes à umidade - e pintura.

Segundo o engenheiro Hargos Chi, da Coordenadoria-Geral de Projetos, as obras na Ponte Velha corrigirão pequeno desnível causado pela acomodação das vigas. Ao longo da reforma, as pistas terão que ser interditadas. "Faremos de tudo para não atrapalhar o trânsito. Se algum bloqueio for programado, vai ser por pouco tempo, e à noite. A reforma acontecerá 90% por baixo da ponte", explicou Hargos.


Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]