No dia 8 de julho, sexta-feira, o Secretário Municipal de Transportes, Sr. Alexandre Sansão Fontes, apresentou uma palestra sobre os avanços dos Sistemas de Transporte do Rio de Janeiro, aos diretores e conselheiros da ADEMI, no auditório da sede da associação. O Presidente da ADEMI, José Conde Caldas, abriu a apresentação mostrando os bons resultados que passa o mercado imobiliário na cidade, lembrando que muito desse crescimento se deve ao apoio da Prefeitura e do Governo do Estado nas melhorias do desenvolvimento urbano.">
 
 

Painel Imobiliário

Palestra sobre os Avanços dos Sistemas de Transporte do Rio de Janeiro é apresentada na ADEMI

[

()

No dia 8 de julho, sexta-feira, o Secretário Municipal de Transportes, Sr. Alexandre Sansão Fontes, apresentou uma palestra sobre os avanços dos Sistemas de Transporte do Rio de Janeiro, aos diretores e conselheiros da ADEMI, no auditório da sede da associação. O Presidente da ADEMI, José Conde Caldas, abriu a apresentação mostrando os bons resultados que passa o mercado imobiliário na cidade, lembrando que muito desse crescimento se deve ao apoio da Prefeitura e do Governo do Estado nas melhorias do desenvolvimento urbano.

Segundo o Secretário Municipal de Transportes, os compromissos da Prefeitura com a cidade continuarão a ser honrados, independentemente da administração que esteja no comando.

Sansão iniciou a apresentação mostrando a evolução do congestionamento no sistema de ônibus na cidade, apontando os motivos: crescimento populacional e aumento de motorização crescente por parte dos cariocas. A Prefeitura do Rio de Janeiro realizou um estudo que mostrou que a maior parte da população se locomove de ônibus (47%). "Isso já deixa claro para nós a necessidade de um investimento pesado em tecnologia e inovação nessa modalidade de transporte", acrescentou.    

Um dos grandes desafios do Rio de Janeiro é garantir transporte público de qualidade e eficaz para os Jogos Olímpicos de 2016. A implantação dos BRTs - os corredores de ônibus expressos e articulados que serão os responsáveis por ligar pontos distantes da cidade de forma rápida e confortável, contemplarão a infraestrutura urbana, meio ambiente e desenvolvimento social, deixando um legado positivo para o Rio de Janeiro e seus moradores.

Ao todo, serão quatro BRTs com linhas expressas e paradoras e integração com  metrô e trens. Será assim na TransCarioca, ligando a Barra da Tijuca ao Aeroporto internacional Tom Jobim, passando por diversos bairros da Zona Norte; na TransOeste, ligando Barra da Tijuca à Santa Cruz, incluindo o Túnel da Grota Funda e a duplicação da Avenida das Américas; TransOlímpica, ligando o Recreio dos Bandeirantes a Deodoro, contemplando a construção de seis faixas para automóveis; e a TransBrasil, projeto ainda em fase de elaboração em parceria com o estado com traçado de Deodoro ao Centro com integrações metropolitanas (Via Dutra e Rod. Washington Luiz), TransCarioca e TransOlímpica. 

O trabalho vem sendo feito em cima de projetos já existentes e para o Secretário um dos grandes benefícios será o ganho de tempo dos cariocas: "As viagens sofrerão uma redução de até um hora na duração total, representando uma maior qualidade de vida para aqueles que trabalham longe de suas residências". A sensação de encurtamento das distâncias é, também, positiva para o setor de Construção Civil, pois ajudará na ocupação de áreas mais distantes dos grandes centros urbanos que ainda tem grande potencial para receberem lançamentos imobiliários.

Clique aqui para acessar o arquivo.



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]